Existem centenas de lugares que ainda não pudemos explorar, especialmente lugares que estão debaixo d’água. Cientistas e arqueólogos ainda estão procurando pela cidade perdida de Atlântida que afundou no mar. Assim como a Atlântida, várias cidades e artefatos arqueológicos foram submergidos na água pelo poder da natureza ou porque precisaram ser sacrificados para fornecer energia adicional às populações crescentes ao seu redor. Conheça outros lugares históricos que estavam submersos e agora estão ressurgindo.

Potosi, Venezuela

Através do fenômeno El Niño ressurgiu uma cidade inteira que ficou submersa por mais de 30 anos. Potosí era uma pequena cidade na Venezuela que foi propositalmente inundada pelo governo local para construir uma represa hidrelétrica em 1985.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Jal Mahal, cidade de Jaipur, Índia

Jal Mahal, também conhecido como o Castelo da Água, é um palácio localizado no meio do Lago Man Sagar, na cidade de Jaipur, na Índia. É um edifício de 5 andares com 4 andares submersos. O governo do Rajastão iniciou um projeto de renovação, a fim de restaurá-lo à sua glória passada. Agora está aberto ao público e os turistas.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Igreja de São Nicolau, o lago Mavrovo

Esta antiga igreja foi construída durante a década de 1850 e durou mais de 150 anos até que o governo grego decidiu construir um lago artificial em torno dela para fornecer água para a usina local. Em 2003, a igreja estava totalmente submersa, mas devido às mudanças climáticas na área,está agora ressurgindo.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Grüner See, Áustria

Durante o inverno, o lago torna-se muito raso (1-2 metros de profundidade) e o belo parque nacional que existia no local emerge. No entanto, durante o verão devido ao  derretimento do gelo nos meses de primavera, o parque está  cheio de água, transformando o parque em um paraíso subaquático.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Xuanping, China

Um  terremoto de magnitude 8,0 afundou uma vila inteira debaixo d’água em 2008. A vila de Xuanping tornou-se uma cidade fantasma após o terrível incidente. Anos depois, Xuanping começou a emergir da água. O reaparecimento da cidade é causado pelo nível da água caindo de 712 metros para 703 metros acima do nível do mar e continua a cair a cada ano .

Foto: Reprodução/Getty Images.

Ilha da Tartaruga, Rio Muodaoxi

Durante a primavera o reservatório que abastece a cidade com água se acumula até a área circundante. A ilha fica submersa durante 9 meses do ano e é totalmente visível na primavera quando o nível da água cai para 168 metros.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Templo de Santiago

O Templo de Santiago começou a emergir das águas profundas do rio mexicano, Chiapas em 2010. A Igreja foi originalmente construída por monges em meados do século 16, mas afundou debaixo d’água em 1966, quando o reservatório de Nezahualcoyotl foi inundado em 1966. Devido às mudanças climáticas e às secas que aconteceram no México nos últimos 10 anos, o Templo de Santiago ressurgiu da água devido ao nível da água cair em 82 pés.

Foto: Reprodução/Getty Images.

Vilarejo de Epecuen, Buenos Aires

O vilarejo de Epecuen ressurgiu depois de passar mais de 50 anos submerso. Na década de 1920, a vila de Epecuen foi construída às margens do Lago de Sal “Lago Epecuen” e tornou-se um lar para mais de 5.000 pessoas até o final da década de 1970. Durante esse tempo muitas chuvas fizeram o Lago de Epecuen ficar mais cheio. Décadas mais tarde, o tempo começou a mudar novamente, fazendo com que a água recuasse em 2009. Agora, 30 anos depois, podemos ver a vila emergindo milagrosamente das águas.

Foto: Reprodução/Getty Images.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here