O plástico é, sem dúvidas, um dos maiores poluentes dos mares. Um material que vem prejudicando e danificando diretamente a natureza e os animais, dia após dia. Constantemente são buscados soluções para que os plásticos possam ser reutilizados, evitando impactos maiores na natureza.

E se uma dessas soluções se aliassem à fazer uma boa ação? Foi essa a saída que o casal Laura e Chris Moriarity encontrou: eles usam o plástico encontrado nos oceanos para a criação de próteses para crianças.

Por meio de uma organização de caridade, a Million Waves project, o casal recolhe o plástico dos mares e os cortam à mão para depois passar o material em um triturador de papel. Na sequência a mistura segue para uma impressora 3D.

Afim de encontrar crianças necessitadas e produzir as próteses personalizadas, Laura e Chris desenvolveram um aplicativo que localiza pessoas que precisam de ajuda. Por causa da matéria prima barata, cada prótese custa, em média, de 47 a 170 dólares.

Desde que o Million Waves Project foi lançado, pelo menos 18 próteses para pessoas com algum tipo de deficiência física já foram entregues. A iniciativa se sustenta por meio de doações. Agora Chris e Laura trabalham para comprar um triturador de tamanho comercial, o que irá ajuda-los e muito na evolução do projeto solidário.

Além de promover a fraternidade, a medida ajuda a resolver o sério problema da emissão de grandes quantidades de plásticos nos oceanos mundo afora. Estima-se que até 2050, os mares terão mais peso em plásticos do que em peixes.

Veja abaixo um vídeo onde o projeto de Laura e Chris é detalhado:

 

Uma linda atitude, não?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here