Foto - Diorgenes Pandini
Quer receber alertas de PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS? Baixe agora mesmo o aplicativo do VOUIR.COM e não perca mais nenhuma promoção de passagem aérea!
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI >> VOUIR.COM <<

Balneário Camboriú, litoral norte de Santa Catarina, encanta turistas e celebridades com suas belas praias e prédios de luxo, o que faz a cidade ser carinhosamente conhecida como ” Dubai brasileira”.

Todo glamour e elegância faz Balneário Camboriú ser um dos roteiros de viagens mais desejados e disputados entre ricos e famosos, atraindo então cada vez um número maior de turistas.

Foto: Reprodução www.seseviturismo.com.ar

Toda demanda e o constante fluxo de pessoas fez com que o mercado imobiliário da cidade se desenvolvesse, fazendo com que surgissem cada vez mais prédios residenciais em frente as praias. O problema é que as construtoras começaram a competir entre si, procurando sempre fazer o mais alto e belo prédio da cidade. Com isso, a belíssima praia conta hoje com 5 dos 7 mais altos arranha-céus do Brasil. Veja a lista:

1. One Tower – Balneário Camboriú (SC) – 280 metros;

  1. Infinity Coast Tower – Balneário Camboriú (SC) – 237 metros;
  2. Boreal Tower – Balneário Camboriú (SC) – 220 metros;
  3. Sky Tower – Balneário Camboriú (SC) – 210 metros;
  4. Tour Geneve – João Pessoa (PB) – 182 metros;
  5. Palácio W. Zarzur – São Paulo (SP) – 170 metros, (finalizado em 1967);
  6. Alameda Jardins Residence – Balneário Camboriú (SC) – 170 metros;

A cidade é considerada uma potência no turismo de Santa Catarina e do Brasil, porém tudo isso esconde um problema miseravelmente triste… A partir do meio da tarde, a praia fica completamente escondida nas sombras dos prédios, por isso, conseguir um lugar ao sol se tornou um desafio enorme. Os edifícios têm dado sombra nas praias e não deixando o brilho do sol aparecer, além de estarem prejudicando a saúde das pessoas que passam pelo local, já que os prédios estão interferindo nas correntes de ar marítimas e fazendo as ruas virarem túneis escuros de vento.

De acordo com alguns ambientalistas, o saneamento de água e esgoto também está apresentando sinais de saturação, que causa poluição das águas e deixa elas impróprias para banho durante o restante do ano.

E outra curiosidade é que os edifícios por mais altos que sejam são todos residenciais e não comerciais como vimos normalmente. Até ambientalistas e arquitetos lamentam os prejuízos que a construção de tantos edifícios trazem para o ecossistema da região.

A fauna e a flora também estão sendo afetadas com animais marinhos confundindo a sombra onipresente, além dos prédios poluírem a paisagem que seria bem mais bonita com a vista das praias.

Por mais que já tenham muitos prédios, as construtoras continuam investindo na construção de outros prédios ainda mais altos já que o negócio imobiliário por lá continua super-aquecido.

Como não tem um limite de altura de edificações na orla, sempre tem novos prédios sendo projetados e alguns já em fase de construção, e assim um lugar que tinha apenas belas praias, está ficando escura e perdendo seu brilho por causa dos enormes edifícios.

 

Triste, não?! Qual a sua opinião sobre o fato?!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here