Michael Melford/National Geographic Creative
Quer receber alertas de PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS? Baixe agora mesmo o aplicativo do VOUIR.COM e não perca mais nenhuma promoção de passagem aérea!
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI >> VOUIR.COM << 

A forma como a sociedade está vivendo tem impactado diretamente na natureza de maneira bem negativa. De acordo com o Relatório Planeta Vivo 2018 da WWF, a imagem atual do planeta é preocupante e algo para mudar esse cenário deve ser feito o mais rápido possível. O relatório informa que as populações de peixes, aves, mamíferos em geral, répteis e anfíbios diminuíram 60% entre 1970 a 2014, causadas pela exploração excessiva da vida selvagem.

“A ciência está mostrando a dura realidade que nossas florestas. Os oceanos e rios estão sofrendo em nossas mãos. Centímetro por centímetro, espécie por espécie, a redução do número de animais e locais selvagens é um indicador do tremendo impacto e pressão que estamos exercendo sobre o planeta, esgarçando o tecido vivo que nos sustenta: natureza e biodiversidade”, disse Marco Lambertini, diretor-geral do WWF Internacional.

Foto: Amazônia. Reprodução/Getty Images.

A atenção maior deve ser dada ao Brasil por causa da Amazônia que tem a função de regular o clima da Terra, além de ter a maior biodiversidade do planeta, com enormes recursos hídricos. O desmatamento está atingindo a capacidade hídrica, pois as nascentes de água alimentam os reservatórios de água subterrânea do mundo. O sistema pode entrar em colapso e não vai demorar muito para acontecer, se não fizermos algo agora.

Entre os animais, que sofrem as consequências dos atos humanos, estão a Jandaia-amarela, o Tatu-bola, o Muriqui-do-sul e o Uacari. O Boto também é uma espécie em perigo de extinção devido à tendência de redução populacional no futuro, em função da degradação de seu ambiente.

Foto: Boto Rosa. Reprodução/Getty Images.

“Tudo está diretamente conectado. Dos insetos e pássaros que polinizam as lavouras que nos alimentam, passando pelo suprimento de água limpa da qual dependem todas as nossas atividades até o ar que respiramos a cada segundo. A proteção das florestas, dos recursos hídricos, da biodiversidade é também a proteção das pessoas e da nossa sociedade. Comprometer o meio ambiente é comprometer o nosso futuro”, afirma Mauricio Voivodic, diretor-executivo do WWF-Brasil.

O Brasil é muito importante para proporcionar a redução da degradação ambiental, pois 60% do território é coberto por vegetação natural, e isso precisa ser preservado. O Relatório Planeta Vivo 2018 destaca a oportunidade que a comunidade global tem de proteger e restaurar a natureza até 2020.

Foto: Amazônia. Reprodução/Getty Images.

“As estatísticas são assustadoras, mas nem tudo está perdido. Temos a oportunidade de projetar um novo caminho que nos permita coexistir de forma sustentável com a natureza da qual dependemos. Nosso relatório estabelece uma agenda ambiciosa para a mudança. Vamos precisar da sua ajuda para alcançá-lo”, disse o Prof. Ken Norris, Diretor de Ciências da ZSL. Veja aqui o relatório completo sobre o estudo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here