Quer receber alertas de PASSAGENS AÉREAS PROMOCIONAIS? Baixe agora mesmo o aplicativo do VOUIR.COM e não perca mais nenhuma promoção de passagem aérea!
PARA BAIXAR, CLIQUE AQUI >> VOUIR.COM << 

Os canudos plásticos são produzidos a partir de polímeros derivados do petróleo, mais especificamente o polipropileno ou do poliestireno e, por isso, podem ser necessários até 400 anos para que se decomponham. Assim como outros materiais plásticos, os canudos acabam chegando ao mar pelo descarte inadequado das pessoas, sendo carregados então por ventos e pelas chuvas para os rios, tendo como destino final, o mar.

Estima-se que cerca de 10 milhões de toneladas de materiais plásticos cheguem aos oceanos anualmente e, entre esse montante, mais de 100 mil toneladas sejam de canudos plásticos descartáveis.

Visando o quão prejudicial para a natureza é o descarte inadequado deste material, os vereadores de Ilhabela, no Litoral Norte de São Paulo, aprovaram por unanimidade na terça-feira, 19 de Setembro, o projeto que proíbe a utilização de canudos plásticos no comércio de toda a cidade. O projeto é de autoria do vereador Luiz Paladino de Araújo, do PSB, e tem como objetivo principal diminuir os impactos ambientais. O prefeito Marcio Tenório tem em mãos a decisão final para aprovar ou vetar proposta. Ele já deu a entender publicamente que apoia a medida e tem 15 dias para dar a resposta final.

Os estabelecimentos comerciais da cidade terão seis meses para se adequar às novas regras. O projeto prevê multa de R$2.770 para ambulantes e R$12.850 para os comércios que continuarem a oferecerem os canudos de plástico. Caso haja reincidência, as atividades do reincidente poderão ser suspensas por até 30 dias e a licença de funcionamento poderá ser cassada.

Os comerciantes da região estão divididos ao opinar sobre o projeto. Alguns são a favor da proposta, pois têm a consciência de que a medida é para diminuir os impactos ambientais, estando inclusive já se adaptando à nova possível lei. Enquanto isso, outros batem de frente com a mudança, reclamando que isso causará aumento no custo comercial do estabelecimento, levando em consideração que canudos biodegradáveis podem custar até 20 vezes mais do que os plásticos.

Nós, do Lugares Que Eu Gostaria de Ir, gostaríamos de deixar claro nosso TOTAL APOIO às cidades que também pretendem adotar a medida de proibição dos canudos de plástico. Um pequeno passo que já fará uma enorme diferença no impacto ambiental!

Gostaríamos de saber a opinião de vocês, são a favor ou contra a medida?

2 COMENTÁRIOS

  1. Sou contra! O problema não está no canudo, está em quem o descarta de forma incorreta!!!!!
    Preferem proibir do que educar a população!!!!!
    Ficam buscando leis pra fazer… Façam leis educativas ou punitivas para quem os descarta errado!!!!!
    E os copos de plástico? E os talheres de plástico? E os pratinhos de plástico? Vão proibir tb a fralda descartavel????
    #canudosim

  2. Acho isso uma hiprocrisia. O errado é jogar lixo nos oceanos. O canudo não é o vilao, pois é o item que tem a menor quantidade de plástico de todos. Quero ver proibirem o uso de fraldas descartáveis, copos descartáveis, garrafas pet, embalagens de mercado e etc, que possuem uma quantidade mto maior do produto. Não podemos aceitar é que continuem jogando lixo no mar. A educação é a melhor solução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here