Bilionário compra quadro por R$ 635 milhões e paga no cartão de crédito para acumular milhas aéreas

0
110
Chinês quadro
Foto do leilão - Quadro arrematado por R$635 milhões de reais

Para qualquer bilionário, o custo de uma simples passagem de avião não faz diferença, certo?! Errado! O chinês Liu Yigian que fez uma verdadeira jogada de mestre. O magnata comprou um quadro do italiano Amedeo Modingliani por nada mais nada menos que 170 milhões de dólares, o equivalente a 635 milhões de reais e, se não bastasse, ele fez questão de pagar tudo no cartão de créditos para acumular pontos.

Segundo sua esposa Wang Wey, ele parcelou a compra milionária em 12x com seu American Express. Ela também afirmou ao New York Times: “Fizemos um plano para pagar a pintura em um ano, se tivéssemos de pagar à vista seria mais difícil para nós. Quem teria dinheiro para isso?”

Essa não foi a primeira vez que Liu fez uma compra assim, no ano passado ele adquiriu uma tigela da dinastia Ming com mais de 500 anos. Essa compra gerou 422 milhões de pontos em seu cartão, ou seja, 28 milhões de milhas.

Chinês quadro
Ele comprou já havia comprado uma tigela de 500 anos por 422 milhões! FOTO: SOTHEBY’S

Fazendo um cálculo equivalente a nova aquisição do chinês, ele pode ter acumulado dois bilhões de pontos em seu cartão de crédito, o que dariam 132 milhões de milhas para viajar! Se ele quisesse viajar de Londres a Nova York na primeira classe podia fazer o trajeto por 733 vezes sem pagar nada. Porem Daily Mail representante da American Express não confirmou esse cálculo.

Liu nem sempre foi rico, era um taxista antes de se tornar um investidor bem-sucedido. A Expectativa da casa de leilão Cristies’s para essa última obra da curta carreira de Modingliani era de 100 milhões e o chinês superou em muito esse valor.

O quadro chamado de “Nu couché”, foi motivo de escândalo ao ser exibido em Paris pela primeira vez. O italiano não pintou apenas esse nu, mas chocou pela desinibida pose da modelo com seu corpo deitado tendo as pernas e braços abertos.

Chinês quadro
O famoso quadro – Foto: Divulgação

Com o valor pago, o “Nu couché” se torna o segundo maior valor já pago por uma obra de arte leiloada, perdendo apenas para a pintura “Mulheres de Argel”, de Pablo Picasso, que foi vendido pela Christie’s em maio por US$ 179,4 milhões.

Agora chinês e sua esposa poderão viajar tranquilamente pelo mundo em buscas de novos leilões sem se preocupar por um bom tempo com as despesas aéreas!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here